Bem-vindo, querido arcebispo Dom Fernando Saburido!


Marieta Borges Lins e Silva*

A Arquidiocese de Olinda e Recife acaba de receber um presente inesperado: a indicação do seu novo Arcebispo, o monge beneditino Dom Antônio Fernando Saburido, o 32º Bispo da Diocese de Olinda, criada em 1676 e o 8º Arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, assim intitulada a partir de 1918.

Dom Fernando nasceu no Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife, em 1947. Foi ordenado padre em 1978, em bela cerimônia ao ar livre, com mais três companheiros, diante da Igreja-Basílica de São Bento, em Olinda, pelas mãos de Dom Helder Camara. No ano 2000 tornou-se Bispo Auxiliar da Arquidiocese que agora assume, como titular, nela permanecendo até 2005, quando foi transferido para Sobral, no interior do Ceará. Em Pernambuco, aceitou o encargo de ser o Presidente da CNBB, Regional Nordeste 2.

Discreto, conciliador, Dom Fernando encantou os conterrâneos pernambucanos com seu jeito simples e atuante e sua profunda humildade. Desde maio ele sabia de sua indicação pelo Papa Bento XVI, que vinha ao encontro da aspiração unânime do rebanho que agora vem pastorear… Guardou silêncio sobre isso, mesmo depois que essa indicação foi confirmada em 17 de junho passado. Agora, deu-se a publicação. Caberá a ele conduzir os destinos dessa sofrida Arquidiocese, com seu jeito monástico de ser e a sua conhecida capacidade administrativa.

Ele deixa Sobral com muita tristeza. Essa foi a confissão feita no dia de hoje, aos inúmeros jornalistas que o procuraram… Mas, considerando-se “à serviço da Igreja”, disse SIM e romperá os laços já estabelecidos, para assumir, com muita honra e humildade, a Arquidiocese do sua terra natal.

A solenidade de posse será no dia 16 de agosto vindouro, na Festa da Assunção de Maria, no Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães Melo – Geraldão, no Recife. Foi nessa festa litúrgica que ele foi sagrado Bispo, há nove anos passados. Para ele, esses são os “caminhos de Deus”, que ele deverá percorrer.
Dom Fernando Saburido é uma luz que chega, para clarear os corações de todos! Certamente ele viverá em união com seus padres e com o povo, correspondendo à expectativa de tantos que sonharam com a sua indicação… E a todos atenderá, inclusive ao distante e pequenino Arquipélago de Fernando de Noronha, onde esteve várias vezes, fazendo-se amar pela população católica insular.

Na “carta aberta” que enviou a Dom José Cardoso, dirigida aos seu rebanho arquidiocesano, ele afirmou que era “uma graça especial a feliz coincidência de estar sendo chamado para Olinda e Recife no ano do centenário do carismático Dom Hélder Câmara”. E sua vinda bem que nos parece ter tido a interveniência daquele inesquecível pastor emérito, tão lembrado ao longo deste 2009, quando se completam cem anos do seu nascimento.

Bem-vindo, Dom Fernando Saburido! Olinda e Recife se enchem de alegria e devoção para recebê-lo de braços e corações abertos, na concretização dos sonhos que acalentaram!

Marieta Borges Lins e Silva é educadora, poeta, historiadora e pesquisadora. Seu blog é http://www.marietaborges.com

About these ads

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Artigos, CABO, Religião e marcado , , , . Guardar link permanente.