Língua intacta de Santo Antônio é um sinal de Deus, diz porta-voz da Basílica de Santo Antônio, em Pádua (Itália)


da BBC Brasil

“Não será um reconhecimento”, disse Ratti. O reconhecimento dos restos é feito na presença de autoridades vaticanas, logo depois que o santo é canonizado. No caso de Santo Antônio, o primeiro reconhecimento foi no dia 8 de abril de 1263. “O corpo tinha virado pó, só restavam os ossos. Mas a língua estava intacta e há testemunhas oculares disso”, disse o padre Alessandro Ratti, porta-voz da Basílica de Santo Antônio de Pádua.

A língua de Santo Antônio não se decompôs, apenas mudou de cor, ficando um pouco marrom, segundo o religioso, mesmo depois de oito séculos. É uma das relíquias mais conhecidas e veneradas da Igreja Católica.

Durante a operação de reconhecimento, a língua foi retirada e colocada em uma urna, e desde então está em uma área especial da Basílica de Pádua, ao lado de outra relíquia, uma parte do queixo do santo. As duas podem ser vistas pelos fiéis.

“A língua, como todas as partes moles do corpo, é uma das primeiras que se decompõem. O fato de ela ter permanecido intacta foi interpretado como um sinal de Deus, que quis preservar essa língua, visto que Santo Antônio era conhecido por ser um grande pregador”, disse Ratti.

Um segundo reconhecimento dos restos foi realizado em 1981, por ordem do papa João Paulo 2°.

Santuários

Santo Antônio é um dos santos mais venerados da Igreja Católica. Há santuários dele em diversos países, não só da Europa.

“Há também nas Américas, inclusive no Brasil, onde o santo ficou conhecido graças aos portugueses, que levaram seu culto para lá e até para a Índia”, disse o religioso.

No Rio de Janeiro, o convento dedicado ao santo, no largo da Carioca, completa 400 anos neste mês de junho deste ano.

Santo Antônio nasceu em Portugal e viveu entre Lisboa e Coimbra. Depois de conhecer os franciscanos, decidiu entrar nesta ordem religiosa e viajar a pé pregando o Evangelho e ajudando os pobres.

Em 1221 encontrou São Francisco, em Assis. De lá foi mandado para o norte da Itália, onde morreu, na cidade de Pádua, aos 36 anos de idade.

No Cabo, o santo “casamenteiro” é padroeiro desde 9 de setembro 1622, ou seja, ele é patrono do município há 386 anos.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Língua intacta de Santo Antônio é um sinal de Deus, diz porta-voz da Basílica de Santo Antônio, em Pádua (Itália)

  1. sonya regina disse:

    Srs.
    Eu parabenizo a notícia sobre o Santos, pois sou devota com fervor desse santo que já concedeu muitas graças.~Já realizei inpumeros sonhose dentre eles está o de ir à Lisboa na Igreja dedicada a Ele, e tb em Pádua para ver sua língua.
    Obrigada

    SONYA

Os comentários estão encerrados.