Obras ampliam saneamento e abastecimento


A ordem de serviço para as obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água para a Vila Pirapama e Engenho Massangana, no Cabo de Santo Agostinho, beneficia quatro mil habitantes. As duas ações vão custar R$ 481 mil e deverão ser concluídas em seis meses. Já o aumento do abastecimento d’água nas comunidades de Madre Iva, Alto do Miranda, Alto São Francisco, Vila Claudete, Charnequinha e parte do loteamento Garapu deve custar R$ 1,1 milhão.

Mais água e esgotamento sanitário para pelo menos cinco municípios de Pernambuco. O governador Eduardo Campos assina na tarde desta terça-feira (8), as autorizações para início das obras de ampliação do abastecimento de água e da rede de esgoto nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Poção, no Agreste, Santa Cruz e Santa Filomena, no Sertão.

As cidades de Moreno, no Grande Recife, e Escada, na Zona da Mata, serão beneficiadas com obras de esgotamento sanitário. Já Taquaritinga do Norte e Jataúba, ambos no Agreste, receberão obras de abastecimento d’água. Segundo o governo, também será anunciado a licitação da ampliação da Barragem de Mateus Vieira, em Taquaritinga, orçada em R$ 7,6 milhões, com previsão para conclusão em 390 dias. A publicação do edital de licitação para obra de ampliação do sistema de distribuição de água da cidade de Jataúba, pela barragem de Poço Fundo, é outro anúncio prometido.

A comunidade de Olho d’Água, em Piedade, será contemplada com obras de implantação do sistema de abastecimento d’água, dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A intervenção, estimada em R$ 747 mil, será executada em 180 dias, a partir da assinatura da ordem de serviço. Também serão assentados 6,7 mil metros de rede de distribuição, beneficiando cinco mil habitantes.

A ordem de serviço para as obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água para a Vila Pirapama e Engenho Massangana, no Cabo de Santo Agostinho, beneficia quatro mil habitantes. As duas ações vão custar R$ 481 mil e deverão ser concluídas em seis meses. Já o aumento do abastecimento d’água nas comunidades de Madre Iva, Alto do Miranda, Alto São Francisco, Vila Claudete, Charnequinha e parte do loteamento Garapu deve custar R$ 1, 1 milhão.

O município de Moreno e as localidades de Bonaça e Vila Massaranduba também serão beneficiadas com implantação do sistema de esgotamento sanitário. A ordem de serviço para execução das obras também será dada nesta terça-feira. Um investimento de R$ 12,3 milhões. As obras deverão ser concluídas em 360 dias.

Outras 12 mil pessoas também serão contempladas com mais água em Poção, no Agreste. Serão liberadas as obras para aumentar o abastecimento da cidade, a partir da Barragem de Duas Serras. O projeto vai custar R$ 3, 1 milhões e deverá ser executado em 180 dias. Já no sertão do Araripe, começa a construção do Ramal III, da Adutora do Oeste, que beneficiará os municípios de Santa Cruz e Santa Filomena.

A implantação do sistema de esgotamento sanitário de Escada, beneficiando 45 mil pessoas, foi estimado em R$ 16,1 milhões, recursos da Caixa Econômica Federal (PAC) e Governo do Estado. A obra deve ser concluída em 450 dias.

Da Redação do PERNAMBUCO.COM

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias e marcado , , . Guardar link permanente.