Programas radiofônicos vão alertar sobre incesto na Colômbia


Organizações vinculadas ao coletivo Irmandade, Ecumenismo e Democracia (Sede, a sigla em espanhol) vão produzir programa de rádio alertando para o crime que representa o incesto, um flagelo que cada vez mais presente no noticiário nacional. Os programas vão orientar as pessoas envolvidas a se precaverem e encaminharem denúncia.

Amparo Beltrán – ALC

A iniciativa foi anunciada em encontro realizado pelo coletivo no sábado, 24, na sede da Igreja Batista desta capital, que contou com a participação de 60 mulheres, das igrejas Anglicana, Católica Romana, Luterana, Presbiteriana, Menonita, Metodista, da Irmandade em Cristo, Evangélicas livres e pentecostais.

Depois da devocional de abertura, as mulheres assistiram filme em que uma seguidora da Igreja Quacker explicou a separação entre direitos sexuais e direitos reprodutivos. A sexualidade está vinculada, via de regra, com a reprodução, mas, ensinou o filme, é perfeitamente viável levar uma vida sexual sem vinculá-la à reprodução. O amor infinito de Deus Pai-Mãe permite essa abordagem.

Um dos temas mais difíceis de tratar nas igrejas é a diversidade sexual. O encontro organizado pelo coletivo enfocou-o baseado em três pilares: o acadêmico, que ofereceu clareza em termos e conceitos; o pastoral, que guiou para a compreensão amorosa do enfoque; e o bíblico, que fundamentou-o na liberdade dos filhos e filhas de Deus, na responsabilidade e na inclusão que Jesus ensinou de que o Pai não tem acepção de pessoas.

Outro tema abordado foi o tráfico humano, que, na América Central, não ocorre somente por causa da prostituição, mas também está vinculado à venda de órgãos humanos.

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.