Suape pode ganhar nova termelétrica


Energia // Grupo paulista Bertin estuda investir US$ 1,5 bilhão na implantação de uma usina, gerando cerca de 300 empregos diretos

Micheline Batista
michelinebatista.pe@dabr.com.br

O Complexo Industrial Portuário de Suape poderá ganhar uma terceira usina termelétrica. O grupo paulista Bertin tem interesse em instalar em Pernambuco um empreendimento com capacidade de gerar 1.450 megawatts (MW) e investimento de aproximadamente US$ 1,5 bilhão. A expectativa é a de que o projeto, que ainda está sendo analisado pelas áreas de infraestrutura, meio ambiente e fiscal do governo do estado, possa gerar cerca de 300 empregos.

Administração de Suape ainda está definindo a localização, que provavelmente será próxima ao parque de tancagem. Empresa solicitou 100 hectares. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press – 28/12/07
“Pernambuco está se tornando um importante polo gerador de energia termelétrica do Brasil. Pequeno, mas expressivo. Possivelmente, estaremos assinando o protocolo com o grupo Bertin nos próximos dez dias”, revelou ontem o secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente de Suape, Fernando Bezerra Coelho, durante a 71ª reunião do Conselho Estadual de Política Industrial, Comercial e de Serviços (Condic). O evento, excepcionalmente, ocorreu no Centro de Convenções.

Segundo Bezerra Coelho, a administração do complexo ainda está definindo a localização da usina, que provavelmente será próxima ao parque de tancagem. A área solicitada é de 100 hectares. O presidente da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper), Jenner Guimarães, disse que o grupo venceu licitação para implantar cinco termelétricas na área que vai de Sergipe ao Rio Grande do Norte e decidiu concentrar tudo num único estado. Teria optado por Pernambuco.

“A gente vem negociando há algum tempo com o grupo Bertin. Atraímos aquela fábrica de equipamentos de proteção individual (EPIs) para Bonito e depois outra para Palmares. Oferecemos Suape para abrigar a termelétrica e eles gostaram”, acrescentou. Em Bonito e em Palmares, os investimentos estão sendo feitos pelo braço BSB. Em Bonito, são R$ 10 milhões de investimento, gerando 600 empregos. Em Palmares, são mais R$ 30 milhões, com expectativa de contratar 700 funcionários.

O Grupo Bertin está no mercado há mais de 30 anos, atuando no setor agroindustrial. Os segmentos são os mais diversos possíveis – alimentos(Danúbio, Faixa Azul), agropecuária, EPI, higiene e beleza (Bio Briz), construção civil, biodiesel, concessões de rodovias e saneamento básico e energia. São 35 mil funcionários em 40 unidades no Brasil e no exterior.

A Bertin também participa da Companhia de Infra-Estrutura Bertin Equipav (Cibe), tendo a Petrobras como sócia. A Cibe está implantando em Suape a Energética Suape II, térmica a diesel com 350 MW de capacidade, devendo começar a funcionar em janeiro de 2012. A expectativa é a de que sejam gerados 600 postos de trabalho na construção e mais 470 na operação, sendo 120 diretos. A construção está a cargo do grupo finlandês Wärtsilä. A primeira termelétrica de Suape, a TermoPE, pertence ao grupo Neoenergia (o mesmo que controla a Celpe) e entrou em operação em 2004, com capacidade para gerar até 532 MW médios. Funciona a gás natural.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.