Elias Gomes viaja à China conhecer experiência com ZPEs



Missão também pretende atrair investidores chineses para a ZPE de Jaboatão dos Guararapes.

JOSÉ AMBRÓSIO

Conhecer a experiência da China com as Zonas de Processamento de Exportações (ZPEs) e atrair investidores para a ZPE Suape, em implantação em Jaboatão dos Guararapes. É essa a missão que vai levar ao país de maior crescimento econômico do mundo o prefeito Elias Gomes e comitiva formada por empresários. Eles embarcam nesta terça-feira (10) para uma viagem de dez dias pelo gigante asiático.

Articulador da viagem de negócios, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Jaboatão dos Guararapes, Jackson Rocha, diz que a economia da China teve grande impulso com a instalação de várias ZPEs. O conhecimento sobre o modo de funcionamento será importante para agilizar a instalação da unidade de Jaboatão.

“Somos a primeira ZPE autorizada do Brasil e atuamos para ser também a primeira a funcionar”, ressalta Rocha, observando que o pioneirismo será fundamental para a atração de empreendedores, inclusive chineses.

Ele explica que além das leis de funcionamento dos espaços – as ZPEs são distritos industriais incentivados onde as empresas operam com suspensão de impostos, liberdade cambial e procedimentos administrativos simplificados – com a condição de destinarem pelo menos 80% de sua produção ao mercado externo. O restante da produção, que pode ser comercializada no mercado local, é taxado normalmente – A ZPE Suape oferece como atrativo a sua localização, considerada estratégica.

“Estamos no território estratégico do Complexo Industrial Portuário de Suape, o que facilita a comunicação com os países americanos, e estamos a sete dias da Europa. Também estamos pertinho do aeroporto. Isso tudo siginifica redução nos custos operacionais”, enumera o secretário.

JABOATÃO – A ZPE Suape ocupará uma área de 198,84 hectares, às margens da BR 101-Sul, em Jaboatão dos Guararapes, na altura do KM 98 e a 8 KM do Porto de Suape. As indústrias que lá se instalarem serão beneficiadas com desoneração tributária na aquisição de insumos e bens de capital, no mercado interno ou via importação, com suspensão de exigibilidade de diversos tributos.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Administração Pública, Economia, Jaboatão. Bookmark o link permanente.