Moradores de Enseada dos Corais precisam conviver com a falta de iluminação


Redação do Pe360graus.com

Moradores e turistas que frequentam a praia de Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Agostinho, estão preocupados com a violência. Principalmente à noite, por causa da falta de iluminação. As famílias têm medo de andar nas ruas porque os assaltos se tornaram frequentes.

Lixo, esgoto e buracos. Esses problemas já fazem parte da rotina dos moradores do setor dois, na praia da enseada dos corais. “É muito lixo. Esgoto no meio da rua. As ruas esburacadas”, disse o aposentado Jorge Matos.

Mas é ao anoitecer que o principal problema aparece: a falta de iluminação pública. “Tem havido aqui muitos assaltos. Havido casos em que pessoas más intencionadas têm corrido atrás de mulheres que vêm da escola e do trabalho, já tarde da noite”, contou o aposentado Aziel Durval da Silva.

A volta para casa é marcado pela insegurança. Andar pelas ruas essa hora é muito perigoso. A cada esquina, a gente percebe a presença dos postes, mas muitos não têm iluminação. aí o jeito é contar com a lua. Alguns moradores usam até lanterna. “Acho isso um absurdo. A prefeitura devia oferecer a iluminação”, falou a dona de casa Elvira Santos Nascimento.

A escuridão atrai os bandidos. Um mercadinho já foi assaltado duas vezes. “A gente já colocou uma grande. Mas, infelizmente, com arma de fogo a gente não pode vacilar”, disse a dona do mercadinho, Márcia Vasconcelos.

Um morador, que prefere não se identificar, denúncia a ação de estupradores. “Tem muita gente aproveitando a escuridão para fazer esses atos criminosos”, contou.

A delegacia do Cabo de Santo Agostinho já foi avisada dos crimes. “Sempre fim de semana tem assaltos. Os vândalos, embriagados e cheios de drogas”, explicou o comissário Murilo Pereira (foto 3).

Alguns moradores chegam a pagar R$ 17 por mês de taxa de iluminação pública. Isso vem descontado na conta de luz. A Celpe disse que começou a fazer a manutenção da rede de iluminação pública nas praias do Cabo. O trabalho deve terminar antes do feriado de 7 de setembro. Na prefeitura do município, ninguém quis comentar os problemas.

De acordo com a Polícia Militar, duas motos já estão circulando no local. Na praia de Gaibu existem um posto fixo da PM.

Existe um reforço previsto para o próximo sábado. “A partir deste sábado (28) vamos levar o GATI. Com a chegada do verão, esse apoio vai continuar”, disse o comandante do 18º Batalhão da PM, o tenente Rubens Rocha

18º Batalhão da PM – 3181.3540.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.