Prefeitura do Rio lança programa de atendimento médico domiciliar a idosos



Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou hoje (25), no Palácio da Cidade, zona sul do Rio, o Programa de Atenção Domiciliar ao Idoso (Padi). O programa atenderá pacientes com mais de 60 anos que necessitam de acompanhamento contínuo e que possam ser feitos em casa. O trabalho será realizado por nove equipes médicas distribuídas entre os hospitais municipais Salgado Filho, Souza Aguiar e Miguel Couto.

Os 39 profissionais, entre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos e terapeutas, vão identificar os idosos com casos de baixa complexidade, retirá-los das unidades hospitalares e passar a fazer o acompanhamento nas residências.

Segundo o prefeito do Rio, Eduardo Paes, a intenção é deixar os idosos menos tempo nos hospitais e melhorar o atendimento nas unidades. “Atender esses casos de baixa complexidade em casa, além de liberar os hospitais e devolver os idosos às famílias, é um caso de humanidade e de melhoria da saúde pública do Rio de Janeiro. Estamos fazendo o máximo para ‘desospitalizar’, em todos os sentidos”, disse Paes.

A meta da prefeitura é realizar 15 mil procedimentos médicos em domicílio até dezembro e 30 mil no próximo ano.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Ação Social, Administração Pública, Boa Idade, Cidadania, Saúde. Bookmark o link permanente.