Sindicato dos Professores de Jaboatão vai pedir suspensão de liminar.


Sindicato entende ser um ABUSO proibir os grevistas de visitarem as escolas para conversar com os trabalhadores no sentido de convencê-los a aderir ao movimento.

da Assessoria do Sinproja

Apesar da decisão do juiz Marcos Vinícius, os trabalhadores em educação manterão a programação e farão ato público em frente à secretaria de educação nesta quarta-feira, dia 25 de agosto, a partir das 9 horas e desde já o sindicato conclama toda a categoria a participar.

A secretaria de Educação é o local adequado para o embate entre trabalhadores e governo.

Paralelamente a isso, o departamento jurídico do SINPROJA está entrando com um pedido de suspensão da liminar, uma vez que entende ser um ABUSO proibir os grevistas de visitarem as escolas para conversar com os trabalhadores no sentido de convencê-los a aderir ao movimento.

Com relação ao governo, resta lamentar.

Fica tentando dá uma conotação política/eleitoreira a uma campanha salarial no lugar de fazer o que é sua obrigação:

Cuidar das escolas e pagar uma salário justos aos trabalhadores.

Em vez de NEGOCIAR, fica com essa tentativa inóspita de ameaçar a categoria com descontos de dias parados e com a justiça, que devia olhar para a situação das escolas e obrigar o prefeito a ter respeito com alunos e trabalhadores.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.