Homem corta o próprio pênis para evitar extradição da Espanha



Cazaque tinha sido condenado a 5 anos de prisão por violência de gênero.
Ele foi levado para um hospital de Madri, onde se encontra em estado grave.

Da France Presse

Um preso de nacionalidade cazaque cortou seu próprio pênis no aeroporto de Barajas para evitar ser extraditado para seu país e está hospitalizado em estado grave, indicou nesta sexta-feira (27) a imprensa espanhola.

O preso tinha sido condenado a cinco anos de prisão pelo crime de violência de gênero e cumpria a pena em uma prisão na província de Madri.

Os fatos ocorreram durante a noite de segunda-feira, quando ele foi transferido para o aeroporto de Madri para ser extraditado ao Cazaquistão para ser julgado por outro crime.

O homem, de 52 anos, que estava sob custódia, pegou uma faca e cortou quase totalmente o seu pênis. Ele foi levado para um hospital de Madri, onde se encontra em estado “grave”, acrescentaram os meios espanhóis.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.