PT faz ‘ocupação militar’ na administração pública, diz Serra



Candidato tucano criticou suposto loteamento de cargos pelo partido.
Presidente do PT nega acusação e diz que PSDB é ‘clube de amigos’.

Tássia Thum Do G1, no Rio

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, se reuniu na tarde desta sexta-feira (27) com oficiais da reserva das três Forças militares (Marinha, Aeronáutica e Exército), no Clube da Aeronáutica, no Rio de Janeiro. Durante o evento, ele criticou o que chamou de loteamento de cargos do PT nas administrações públicas.

“Quase a totalidade da administração pública está tomada. Na Prefeitura de São Paulo era assim. O PT, sem ironia, tem característica de ocupação militar”. É um exército que tem que ser acomodado.”

No entanto, ao fim da reunião, Serra minimizou a polêmica e disse aos jornalistas que usou apenas uma “figura de imagem”. “Quando o PT entra no governo, ocupa todas as posições e isso não tem um alcance maior do que apenas uma imagem”.

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, negou que o partido ocupe quase a totalidade dos quadros da administração pública com militantes. Segundo ele, o governo tem “quadros competentes” tanto do PT quanto de técnicos e políticos de outras legendas.

“Essa declaração do candidato Serra não encontra qualquer respaldo na realidade. A diferença é que o PT é um partido de militantes, de pessoas que acreditam no partido, enquanto o PSDB é um clube de amigos”, disse.

(Colaborou Nathalia Passarinho, do G1, em Brasília)

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Eleições 2010, Partidos Políticos, Política. Bookmark o link permanente.