FÓRMULA 1: Clima ajuda e Webber faz a pole para o GP da Bélgica



Massa é sexto, mas à frente de Alonso; Barrichello é sétimo, sua melhor posição no grid na temporada

TERCIO DAVID – estadão.com.br

SÃO PAULO – Aproveitando-se bem das condições adversas da pista, hora seca, hora úmida, o líder do campeonato Mark Webber, da Red Bull, garantiu a pole position para o GP da Bélgica, no treino classificatório deste sábado, em Spa-Francorchamps, a sua quinta no ano. Vice-líder do Mundial de Pilotos, Lewis Hamilton, da McLaren, ficou com o segundo tempo, logo à frente de Robert Kubica, da Renault, o terceiro. A corrida deste domingo começa às 9 horas (de Brasília).

Felipe Massa fez um bom treino, mas foi prejudicado pela chuva na hora de fazer a sua volta rápida no Q3. Com isto, o brasileiro da Ferrari ficou com o sexto lugar, quatro posições à frente do companheiro de equipe, o bicampeão Fernando Alonso.

Completando 300 Grandes Prêmios, Rubens Barrichello teve ótimo desempenho com seu Williams, conquistando o sétimo lugar no grid, o melhor do ano, igualando a posição de largada na Malásia.

Os outros brasileiros novamente não conseguiram passar da primeira parte da classificação. Lucas di Grassi, da Virgin, ficou com o 23.º tempo e Bruno Senna, da HRT, ficou com o 19.º lugar no grid, a sua melhor colocação na F-1.

Secos e molhados. A chuva intermitente foi uma atração à parte no treino qualificatório. Temendo que esta caísse em grande quantidade, logo no começo do Q1, todos os pilotos saíram do box assim que a sessão foi aberta.

Na curva 14, Di Grassi e Jarno Trulli se tocaram na primeira tentativa de fazer uma volta rápida e provocaram um belo tumulto, com vários carros tendo de passar inclusive pela grama para desviar dos dois. O brasileiro chegou a completar a volta, mas logo encostou e abandonou o treino.

“A pista estava quase inteira seca, era a melhor chance de fazer uma volta boa. Mas naquela curva a pista estava um pouco lisa. Eu consegui segurar o carro, mas o Jarno não e acabou me acertando”, disse ele, em entrevista à TV Globo. “Estragou bastante meu carro e por isto não pude continuar. Foi uma pena, dava para ter conseguido um lugar melhor no grid.”

No Q2, as maiores vítimas foram os carros da Mercedes. O alemão Michael Schumacher marcou o 11.º tempo e, com punição aplicada por manobra perigosa no GP da Hungria, vai largar apenas em 21.º. Companheiro e compatriota dele, Nico Rosberg fez o 12.º tempo, mas vai largar em 16.º, perdendo cinco posições por ter trocado o câmbio de seu carro, mas ganhando uma, devido à penalidade aplicada ao heptacampeão.

Grid de largada para o GP da Bélgica:
1.° – Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min45s778
2.° – Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min45s863
3.° – Robert Kubica (POL/Renault), 1min46s100
4.° – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min46s127
5.° – Jenson Button (ING/McLaren), 1min46s206
6.° – Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min46s314
7.° – Rubens Barrichello (BRA/Williams), 1min46s602
8.° – Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min46s659
9.° – Nico Hulkenberg (ALE/Williams), 1min47s053
10.° – Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min47s441
11.° – Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), 1min49s209
12.° – Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India), 1min50s980
13.° – Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), 1min52s049
14.° – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus), 1min47s885
15.° – Timo Glock (ALE/Virgin), 2min01s491
16.° – Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min48s680**
17.° – Jarno Trulli (ITA/Lotus), 2min02s284
18.° – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 2min03s612
19.° – Bruno Senna (BRA/HRT), 2min03s941
20.° – Sakon Yamamoto (JAP/HRT), 1min47s874
21.° – Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min48s267*
22.° – Pedro de la Rosa (ESP/Sauber), 2min05s294
23.° – Lucas di Grassi (BRA/Virgin), 2min18s754
24.° – Vitaly Petrov (RUS/Renault), sem tempo

* Punido com a perda de 10 posições no grid por direção perigosa no GP da Hungria
** Punido com a perda de 5 posições no grid por trocar o câmbio

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Automobilismo, Esportes, Formula 1. Bookmark o link permanente.