Rabino israelense diz que Abbas e palestinos deveriam morrer


Ovadia Yosef é líder espiritual do partido Shas, que faz parte do governo.
Primeiro-ministro israelense e Abbas devem retomar negociações na quarta.

Da Reuters

Um influente rabino israelense disse que Deus deveria enviar uma praga contra os palestinos e seu líder, pedindo sua morte num violento sermão antes do início das negociações de paz no Oriente Médio na próxima semana.

“Abu Mazen e todas essas pessoas malignas deveriam desaparecer da terra”, disse o rabino Ovadia Yosef, líder espiritual do partido religioso Shas – que faz parte do governo -, num sermão na noite de sábado, chamando o presidente palestino pelo seu nome popular.

“Deus deveria atacá-los e a esses palestinos – malvados que odeiam Israel – com a praga”, declarou o rabino de 89 anos em seu sermão semanal frente a fiéis, que teve partes transmitidas pelo rádio israelense no domingo.

O clérigo israelense fez comentários semelhantes antes. O mais conhecido foi em 2001, quando pediu a aniquilação dos árabes e disse que era proibido ter piedade deles. Depois ele afirmou que estava se referindo apenas a “terroristas” que atacam os israelenses.

Seus comentários mais recentes não tiveram respostas imediatas de líderes palestinos nem israelenses.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e Abbas devem retomar negociações diretas de paz na quinta-feira em Washington, na primeira reunião do tipo em 20 meses, num processo de paz que inclui compromissos de ambas as partes para evitar provocações.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Intolerância, Mundo, Política, Religião. Bookmark o link permanente.