Brasil tem 25 milhões de fumantes


Estudo divulgado ontem pelo Inca mostra que percentual de fumantes caiu de 34,8% da população, em 1989, para 17,5%, em 2008.

Levantamento revela que 10,4% dos fumantes têm entre 15 e 24 anos. Entre eles, 21,5% têm dependência severa do tabaco Foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press

Rio de Janeiro – A Pesquisa Especial de Tabagismo (PETab), divulgada ontem pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), no Rio de Janeiro, mostrou que ainda existem no Brasil cerca de 25 milhões de fumantes com idade igual ou superior a 15 anos, o que equivale a 17,5% da população. Apesar do número elevado, o estudo revela uma queda significativa entre os usuários de tabaco em relação às últimas décadas. “Houve uma redução de 34,8% (em 1989) para 17,5%. Isso não é frequente. O Brasil é um exemplo para o mundo”, afirmou Alfonso Tenorio-Gnecco, gerente de prevenção e controle de doenças e desenvolvimento sustentável da Organização Pan-Americana da Saúde, que acompanhou a divulgação dos dados.

De acordo com a pesquisa, 45,6% dos fumantes tentaram parar de fumar nos últimos 12 meses. Segundo o Inca, esse é o resultado de medidas como a proibição de fumar em espaços coletivos, o aumento dos impostos sobre o cigarro, como medida para inibir o consumo, e os tratamentos oferecidos na rede pública de saúde para quem querdeixar de fumar.

O levantamento mostrou que a geração de brasileiros nascida a partir da década de 1980 começa a fumar, em média, a partir dos 17 anos, e que, na maior parte das vezes, as mulheres começam a fumar antes dos homens. Os percentuais de fumantes foram maiores entre os homens (21,6%), entre as pessoas de 45 a 64 anos (22,7%), entre os moradores da região Sul (19%), entre os que vivem na área rural (20,4%) e entre os de menor renda (23,1%).

Liz Maria de Almeida, gerente da divisão de epidemiologia do Inca, revela que uma das maiores preocupações entre os especialistas é o envolvimento dos jovens. O levantamento mostrou que 10,4% dos fumantes têm entre 15 e 24 anos. Entre eles, 21,5% têm dependência severa do tabaco. “O jovem é o alvo principal da indústria do tabaco. Se consegue tornar o jovem dependente desde cedo, ela garante o comprador até o fim da vida”, lamenta.

Custo – A pesquisa também mostrou que o tabaco faz muito mal para o bolso. Em um ano, um casal de fumantes gasta pouco mais de trêssalários mínimos com cigarros, valor equivalente a uma geladeira duplex ou uma TV de última geração. “Um casal de fumantes, com idade entre 45 e 64 anos, gasta R$ 1.543 ao ano com cigarro. Nesse mesmo ano, eles poderiam ter comprado uma geladeira, um computador, ter feito uma viagem. Há uma série de coisas mais interessantes para fazer do que fumar”, afirmou Liz de Almeida.

Em 2008, quando o salário mínimo estava em R$ 415, a média anual de consumo de cigarro por duas pessoas, em qualquer região do país, era de R$ 1.495,20 (3,6 salários mínimos). Os pesquisadores compararam o preço médio do cigarro e o salário mínimo de setembro de 2008 – naquele momento, um fumante de baixa renda podia comprar 150 maços de cigarro, contra 83 maços, em 1996, e 112 maços em janeiro de 2003. Para reduzir esse poder de compra, os técnicos do INCA defendem o aumento da carga tributária sobre o cigarro.

Os dados que compõem a PETab foram coletados durante a Pesquisa Nacional de Amostra Domiciliar (Pnad), feita pelo IBGE em 2008. Foram ouvidas 51 mil pessoas em 851 países. O estudo faz parte do Global Adult Tobacco Survey (Gats), que reúne informação sobre o uso do tabaco em 14 países. O Brasil é a nona nação a divulgar seus dados

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Brasil tem 25 milhões de fumantes

  1. O FUMANTE.

    Soltando baforadas de fumaça
    E, fazendo castelo em profusão
    Sem pensar…
    O fumante as vezes traça
    Uma vida de curta duração…
    Pois, vai sorvendo a essência da desgraça…
    Para lograr, um pouco de ilusão…
    Cada cigarro que, diluído passa….
    Deixa, no fim, Amarga decepção…
    Vorazes, ingerindo nicotina…
    Quantos não cavam suas próprias ruínas…
    Enfraquecendo as celulas vítais…
    Produz o fumo, a degenerescência
    Turba o mentabolismo…
    E, ainda mais….
    O veneno entorpece a inteligencia….

    Fui Néscio durante 30 anos, hoje parei de fumar à mais ou menos dois anos
    e espero naõ voltar a ser Néscio novamente….
    Edmilson Fonseca autor e ex imbecil.

Os comentários estão encerrados.