Lei proíbe a eliminação de cães de rua em Pernambuco


Do JC Online

Cães abandonados não poderão ser sacrificados pela carrocinha

A eliminação de cães e gatos encontrados nas ruas está proibida em Pernambuco. O governador Eduardo Campos sancionou nessa terça-feira (31) a lei que regula o controle de reprodução e a eliminação de animais no Estado. De autoria do deputado André Campos (PT), a lei afirma que “fica vedada a eliminação da vida de cães e de gatos pelos órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e estabelecimentos oficiais congêneres”.

Os animais só poderão sofrer eutanásia se estiverem infectados por doenças que coloquem em risco a saúde de humanos ou de outros animais, e um laudo confirmando tal situação deverá ser expedido.

Entidades de defesa dos animais comemoraram. A Associação Amigos Defensores dos Animais e do Meio Ambiente (AADAMA) informou: “Acabou a espera de muitos anos pela implantação desta lei. Mas a caminhada das entidades de defesa ainda é longa; temos o papel de fiscalizar e conscientizar para o cumprimento da lei”.

ACESSE
» Mais notícias de cães e gatos em DogMídia

Para evitar que cães abandonados se tornem um problema sanitário, medidas de identificação e registro dos bichos serão adotadas. Os animais recolhidos pelos órgão de zoonose ficarão à disposição dos donos por um período de 72hs. Se não forem buscados ou adotados, vão passar por procedimento de esterilização.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Últimas Notícias. Bookmark o link permanente.