Jaboatão ganha Centro de Referência da Mulher



Espaço localizado em Prazeres homenageia Maristela Just, que foi assassinada há 21 anos.

DA REDAÇÃO DO TP

Mulheres jaboatonenses vítimas de violência ganham mais um espaço de acolhimento e apoio nesta sexta-feira (10), com a inauguração do Centro de Referência da Mulher Maristela Just. Localizado na Rua Travessa São João, 64, em Prazeres, Jaboatão dos Guararapes, o núcleo será inaugurado às 15h.

A coordenadora da área de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, Bianca Rocha, explica que a implantação deste centro, em Jaboatão, tem um caráter de suporte emergencial para as mulheres atingidas e em situação de violência. “O núcleo vai oferecer atendimentos psicológico, social e jurídico, além de direcionar estratégias de prevenção à violência”, ressaltou Rocha. A previsão da coordenadoria é atender mais de 50 mulheres ao mês.

Quando ouvidas dentro do apoio psicológico, as mulheres também receberão acompanhamento de um assistente social que vai estudar e analisar o cotidiano e a situação vivida por elas. Dentre as iniciativas tomadas por esses profissionais, estão a inclusão social e o suporte emocional para que essas mulheres possam recompor a vida. O setor jurídico ficará responsável pelo acompanhamento processual, representação quando necessária e medidas protetivas.

O Centro de Referência da Mulher Maristela Just estará funcionando das 8h às 17h, de segunda à sexta. As mulheres que precisarem ser atendidas podem procurar o primeiro atendimento também nas sedes das seis Regionais (Jaboatão Centro, Prazeres, Curado, Cavaleiro, Muribeca e Praias). As sedes ficarão responsáveis de realizarem este encaminhamento.

MARISTELA JUST – Maristela Just foi assassinada, há 21 anos, pelo ex-marido José Ramos Lopes Neto, na presença dos dois filhos Natália e Zaldo Just, que tinham 4 e 2 anos respectivamente. Na época ela tinha 25 anos. Na madrugada do dia 2 de junho deste ano, o acusado, que está foragido, foi condenado a 79 anos de prisão, em regime fechado, por homicídio duplamente qualificado. A expectativa é que Natália e Zaldo Just prestigiem a inauguração do Centro.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Administração Pública, Cidadania, mulher. Bookmark o link permanente.