Alonso voa, interrompe domínio da RBR em treinos e faz a pole na Itália


Espanhol é único piloto a baixar da casa de 1m22s e quebra jejum da Ferrari, que não largava na frente desde 2008, no Brasil. Massa fica em terceiro.

Por GLOBOESPORTE.COM Monza, Itália

Após o amplo domínio da RBR nos treinos classificatórios, seria necessário ter coragem para apostar em outra equipe para a pole position em uma corrida nesta temporada. Afinal, apenas Lewis Hamilton havia conseguido quebrar a sequência da equipe austríaca, no Canadá. Pois no GP da Itália, em Monza, outro piloto se juntou ao inglês da McLaren. Com uma volta espetacular, a única abaixo da casa de 1m22s em todo o fim de semana, Fernando Alonso conseguiu a pole da corrida de casa da Ferrari ao marcar 1m21s962 no treino classificatório deste sábado. Foi a segunda vez em 14 provas nesta temporada que a RBR não larga na primeira posição.

Para completar a festa dos italianos nas arquibancadas, Alonso quebrou um longo jejum de poles da Ferrari. A equipe italiana não conseguia o primeiro lugar do grid desde o GP do Brasil de 2008, quando Felipe Massa foi o melhor em Interlagos. Com folga, o espanhol superou o inglês Jenson Button, segundo colocado, por 0s122. Atual campeão mundial, ele apostou no duto aerodinâmico da McLaren. O brasileiro, companheiro do bicampeão no time vermelho, ficou em terceiro. A Rede Globo transmite o GP da Itália ao vivo, neste domingo, a partir das 9h (de Brasília) e o GLOBOESPORTE.COM acompanha todas as 53 voltas em Tempo Real, com vídeos.

Líder do campeonato, Lewis Hamilton, ao contrário de seu companheiro de equipe, optou pela asa com perfil de baixa pressão aerodinâmica e não conseguiu um bom desempenho no treino classificatório. O piloto da McLaren acabou na quinta posição e foi superado por Mark Webber, da RBR, seu principal rival na briga pelo título deste ano. O australiano sai na quarta posição e o inglês, após o treino classificatório, confessou que cometeu um erro ao abandonar o duto aerodinâmico.

– Não usar o duto teve um enorme impacto no resultado do treino classificatório e fiquei decepcionado com a quinta posição. O carro estava sem aderência, derrapando em todas as curvas. Foi a escolha equivocada, um pequeno erro, mas vamos forçar tudo na corrida – diz Hamilton, em entrevista à rede de TV inglesa BBC.

Sebastian Vettel, da RBR, também não conseguiu andar bem e ficou distante das primeiras posições. O alemão marcou apenas o sexto tempo no treino, após cometer pequenos erros em suas tentativas na superpole. Ele precisava de um bom resultado no grid de largada de Monza para tentar uma reação no campeonato, já que está muito distante dos líderes Hamilton e Webber.

Rubens Barrichello, da Williams, também conseguiu uma vaga na superpole, mas acabou apenas na décima posição, três décimos atrás do companheiro Nico Hulkenberg, o oitavo. Lucas di Grassi, da VRT, sai em 21º, uma posição à frente de Bruno Senna, da Hispania.

O treino

Massa começou muito bem o treino classificatório. Na primeira parte (Q1), o brasileiro deu algumas voltas com pneus duros e roubou o posto de Alonso com o tempo de 1m22s646, que era o primeiro até a metade dos 20 minutos da sessão. O espanhol acabou em segundo, pouco à frente de Hamilton. Apenas os três pilotos conseguiram baixar da casa de 1m23s.

Vitantonio Liuzzi teve problemas de força em seu carro e não pôde terminar o Q1. A Force India recolheu seu carro aos boxes na metade do tempo deste trecho e ele acabou apenas na 20ª posição, eliminado da segunda parte (Q2). Além dele, os pilotos de Lotus, VRT e Hispania também vão largar nas últimas filas. Timo Glock marcou o 21º tempo, mas sairá em último após ser punido por sua equipe romper um dos lacres de seu câmbio.

O Q2 teve mais uma vez a briga entre Ferrari e McLaren nas primeiras posições. Desta vez, Alonso foi o mais rápido, superando Button por apenas 60 milésimos. Hamilton foi o terceiro, pouco à frente de Massa, o quarto. As RBRs vieram em seguida, com Vettel em quinto e Webber, que teve problemas na sexta e na manhã de sábado, em sexto.

Barrichello e Hulkenberg, a dupla da Williams, conseguiram boas voltas no fim e vagas na superpole. O brasileiro, em especial, travou um duelo interessante com Adrian Sutil. Ele e o alemão vinham com tempos parecidos, mas o piloto da Force India cometeu um pequeno erro na Parabólica e perdeu tempo, acabando na 11ª posição do grid de largada.

Michael Schumacher ficou mais uma vez fora da superpole, amplamente superado pelo companheiro Nico Rosberg. O heptacampeão larga apenas em 12º, uma posição à frente do japonês Kamui Kobayashi, da Sauber, o 13º.

Confira o grid de largada para o GP da Itália, em Monza (53 voltas):

1 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m21s962
2 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m22s084
3 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m22s293
4 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m22s433
5 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m22s623
6 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – 1m22s675
7 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m23s027
8 – Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth) – 1m23s037
9 – Robert Kubica (POL/Renault) – 1m23s039
10 – Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – 1m23s328

Eliminados na segunda parte do treino classificatório:
11 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – 1m23s199
12 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – 1m23s388
13 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – 1m23s659
14 – Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – 1m23s681
15 – Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – 1m23s919
16 – Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari) – 1m24s044

Eliminados na primeira parte do treino classificatório:
17 – Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth) – 1m25s540
18 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth) – 1m25s742
19 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes) – 1m25s774
20 – Vitaly Petrov (RUS/Renault) – 1m23s819 (perde cinco posições no grid)
21 – Lucas di Grassi (BRA/VRT-Cosworth) – 1m25s974
22 – Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth) – 1m26s847
23 – Sakon Yamamoto (JAP/Hispania-Cosworth) – 1m27s020
24 – Timo Glock (ALE/VRT-Cosworth) – 1m25s934 (perde cinco posições no grid)

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Automobilismo, Esportes, Formula 1. Bookmark o link permanente.