João da Costa vai urbanizar comunidade do Pilar


Projeto inclui construção de 330 apartamentos e um centro de convenções.

DA REDAÇÃO DO TP

“Hoje damos um passo importante para a melhoria da qualidade de vida dos moradores do Pilar. Com a assinatura dos contratos de cessão, as famílias que ocupam aquela localidade há mais de 40 anos, terão moradia garantida.”

Foi dessa forma, entusiasmado, que o prefeito do Recife, João da Costa, reagiu ao assinar, na sesta-feira (17), em seu gabinete, ao lado do superintendente regional do Patrimônio da União (SPU), Paulo Ferrari, os contratos de cessão de direito real de uso referente a quatro quadras na área do Pilar, no Bairro do Recife.
Na ocasião, também foram assinadas três cessões de autorização de guarda provisória de terrenos nos bairros do Cabanga, Cais do Apolo e Derby.

No Pilar, serão cedidas as quadras 40, 45, 55 e 60. Já as guardas provisórias são referentes a terrenos, nas ruas Comandante Antônio Manhães de Mato, no Cabanga, e Amaury de Medeiros, nº 77, no Derby; além dos lotes 81 e 82 localizados na Avenida Cais do Apolo, no Bairro do Recife. Estes últimos passam a ficar sob a guarda do município até a concessão de posse definitiva das áreas pela União.

Para o prefeito, o ato marca um momento relevante para a comunidade do Pilar, que está sendo urbanizada, contando com um projeto que prevê a construção de 330 apartamentos, mercado público, escola e centro de convenções.

O programa é orçado em R$ 39,4 milhões e tem recursos garantidos através de parcerias com o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), Caixa Econômica Federal (recursos do FNHIS) e Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal.

“Essa é a realização de um sonho de mais de 40 anos para muitas pessoas da minha comunidade. É a conquista da nossa luta, que saiu do papel”, disse Cláudia Maria da Silva, 30, que representou a comunidade na cerimônia, no nono andar da sede da Prefeitura.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Administração Pública, Cidadania, Habitação, Recife. Bookmark o link permanente.