Em gravação, Bin Laden pede criação de grupo de ajuda a muçulmanos


Líder da Al-Qaeda diz que países islâmicos devem ajudar nações afetadas por desastres e guerras

estadão.com.br

CAIRO – A organização terrorista Al-Qaeda divulgou nesta sexta-feira, 1º, uma mensagem supostamente gravada por seu líder, Osama bin Laden, na qual ele pede a criação de um órgão de ajuda para países muçulmanos afetados por guerras e desastres naturais.

Na mensagem, Bin Laden pede à comunidade islâmica que ajude os outros países muçulmanos a combater a fome e a enviar água para as nações necessitadas. Além disso, o líder terrorista pede investimentos em infraestrutura e em programas de prevenção contra problemas como a falta de alimentos e a poluição da água.

A gravação é divulgada depois de mensagem similares da Al-Qaeda criticarem o governo do Paquistão pela resposta demorada às enchentes que assolaram o país em agosto e setembro, deixando cerca de 8 milhões de pessoas desabrigadas.

Na mensagem, ele felicita os muçulmanos pelo final do Ramadã – no dia 10 de setembro passado – e critica alguns países muçulmanos por gastarem mais dinheiro com os seus Exércitos do que com ajuda aos seus cidadãos.

Bin Laden ainda aponta a mudança no clima como um problema maior que os conflitos armados. “O número de vítimas causadas pelas mudanças climáticas é muito grande […] maior do que as vítimas de guerra”, afirma.

A gravação foi divulgada em forma de vídeo e traz fotos do líder terrorista e das vítimas das enchentes do Paquistão. A autenticidade da gravação ainda não foi comprovada. Bin Laden não se manifesta desde o dia 25 de março deste ano.

Com informações das agências Reuters e BBC e do canal CNN

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em comportamento, Conflitos Internacionais, Diplomacia. Bookmark o link permanente.