Dilma tem 50% dos votos válidos, e 2º turno continua indefinido, mostra Datafolha


Agência Folha
FERNANDO RODRIGUES
DE BRASÍLIA
SILVIO NAVARRO
DE SÃO PAULO

Pesquisa Datafolha realizada hoje e ontem indica que a disputa presidencial segue incerta sobre terminar ou não neste domingo, já no primeiro turno. Quando se consideram só votos válidos, Dilma Rousseff (PT) está com 50% contra 50% de todos os outros candidatos somados.

Para vencer no primeiro turno é necessário ter mais da metade dos votos.

No levantamento anterior, realizado terça e quarta-feira, Dilma tinha 52% dos votos válidos. Agora, oscilou dois pontos percentuais para baixo. Essa variação está dentro da margem de erro máxima da pesquisa, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Mas a curva de intenção de votos da petista passou a ter uma trajetória lenta e declinante a partir da metade de setembro, exatamente quando eclodiu o caso de tráfico de influência na Casa Civil –pasta ocupada por Dilma até março último.

Essa curva levemente declinante faz aumentar a chance de a eleição presidencial ir ao segundo turno, embora essa previsão esteja dentro da margem de erro.

Depois de ter atingido 57% dos votos válidos num levantamento realizado de 13 a 15 do mês passado, a taxa de intenção de votos de Dilma foi sofrendo uma erosão contínua. Segundo o Datafolha, os 50% dos votos válidos da petista são o patamar mais baixo desde 23 e 24 de agosto, quando ela tinha 55%.

Na atual pesquisa, José Serra (PSDB) aparece com 31% dos votos válidos, mesmo percentual do meio da semana. O tucano está nessa faixa desde a primeira semana de setembro.

Marina Silva (PV) está com 17% contra 15% da sondagem anterior. Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) e Zé Maria (PSTU) têm 1% cada. Nenhum dos demais candidatos atinge 1%.

O levantamento do Datafolha é o mais extenso realizado pelo instituto nesta campanha eleitoral. Foram entrevistadas 20.960 pessoas em 521 municípios. A sondagem foi encomendada pela Folha e pela Rede Globo.

Numa simulação de segundo turno, Dilma venceria hoje com 52% contra 40% de Serra. Os percentuais exatamente os mesmos no caso de a petista enfrentar Marina: 52% a 40%.

VOTOS TOTAIS

Quando se consideram os votos totais, Dilma aparece com 47%. Serra tem 29%, Marina pontua 16%. Plínio fica com 1%. Há apenas 2% que dizem ter intenção de votar em branco, nulo e nenhum. Outros 4% afirmam estar indecisos.

Quando se observam as curvas dos três principais candidatos na disputa pelo Planalto nos últimos 40 dias, o que chama a atenção são os movimentos suaves de ascenção de Marina sincronizado com a leve desidratação de Dilma. No meio, o tucano Serra está quase imóvel.

Essa pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número 50.690/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número 33493/2010.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Eleições 2010, Opinião Pública, Política. Bookmark o link permanente.