Presidência já prepara festa, mas Dilma nega clima de ‘oba-oba’



Agência folha
MÁRCIO FALCÃO
DE BRASÍLIA

A menos de 48 horas das eleições, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal recebeu pedido de reforço policial para festa que comemoraria a vitória da candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT).

O documento chegou na noite de sexta-feira, via fax, com timbre do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) da Presidência da República. Requeria reforço para a Esplanada dos Ministérios a partir das 19h de domingo, duas horas após o fim da votação.

Motivo alegado: a provável presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no local. A Secretaria de Segurança do DF deve disponibizar 1.000 homens para o policiamento da Esplanada. São esperadas 10.000 pessoas.

Nesta manhã, em carreata ao lado do presidente, em São Bernardo do Campo, Dilma rechaçou clima de ‘oba-oba’ antes da hora. “Ninguém está preparando festa nenhuma. Temos muito respeito pelo processo eleitoral”, disse.

Os 52% dos votos válidos cravados no último Datafolha garantiriam à petista vitória no primeiro turno.

‘ATENÇÃO MAIOR’

Segundo o secretário de Segurança Pública do DF, João Monteiro Neto, apesar do pedido, não haverá nenhuma operação especial para a região.

“Todo policiamento já está planejado, principalmente, nessa área que se aglomera muita gente por causa da eleição. Não é em função do presidente, mas certamente, se o presidente aparecer por lá, vai despertar uma atenção maior de quem estiver trabalhando na área, caso ele apareça como foi aventado pelo GSI”, afirmou.

O GSI informou que vai verificar a autoria do fax e só deve se manifestar sobre o caso nesta segunda-feira.

Dilma vota amanhã em Porto Alegre, ao lado do candidato ao governo do Rio Grande do Sul Tarso Genro (PT). O presidente Lula vota em São Bernardo do Campo (SP). Lula e Dilma devem acompanhar juntos a apuração dos votos em Brasília.

Em 2006, quando conquistou a reeleição com vitória em segundo turno, Lula comemorou em São Paulo.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Eleições 2010, Política. Bookmark o link permanente.