Antonio Anastasia é reeleito governador de Minas Gerais


Candidato do PSDB é eleito ainda no primeiro turno.
Anastasia teve 62,75% dos votos no estado.

Do G1 MG

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), foi reeleito neste domingo (3) com 62,75% dos votos, após 85,95% dos votos apurados. De acordo com o TSE, o resultado parcial já garante a vitória do governador. Anastasia derrotou o candidato do PMDB ao governo, Hélio Costa, seu principal adversário durante a campanha para esta eleição.

Pelas primeiras pesquisas, o governador era o segundo colocado na disputa, atrás de Hélio Costa. Com o começo da propaganda eleitoral na televisão e no rádio, Anastasia apresentou um crescimento constante e conseguiu se reeleger ainda no primeiro turno. Alberto Pinto Coelho, do PP, é o vice-governador.

Antonio Augusto Anastasia, de 49 anos, assumiu o governo de Minas Gerais após a saída de Aécio Neves, em 31 de março de 2010. É professor de Direito Administrativo e servidor de carreira da Fundação João Pinheiro desde 1985. Ele foi secretário de estado de diversas pastas, presidente da Fundação João Pinheiro. Na esfera federal, foi secretário-executivo dos Ministérios do Trabalho e da Justiça. No primeiro governo de Aécio Neves, de 2003 a 2006, foi secretário de estado de Planejamento e Gestão e de Defesa Social. Em 2006, foi eleito vice-governador.

A campanha
Anastasia é o susbstituto natural de Aécio Neves. No choque de gestão, implantado pelo então governador Aécio Neves, no primeiro mandato, de 2003 a 2006, Antonio Anastasia foi nomeado coordenador do projeto que enxugou a máquina pública e, segundo o governo de Minas Gerais, reduziu o número de secretarias de 21 para 15, entre outras medidas.

O PSDB não apresentou outro candidato à sucessão do governo em Minas nesta eleição. Anastasia foi o nome falado desde o início. Apesar de desconhecido em boa parte do estado, o “professor” Anastasia, como é chamado por muitos, conseguiu se popularizar em Minas após o início da campanha eleitoral no rádio e na televisão. O apoio do ex-governador Aécio Neves também se mostrou importante para a eleição de Anastasia.

Aécio Neves e Itamar Franco, do PPS, foram eleitos senadores nesta eleição. Franco foi outro candidato que contou com a popularidade de Aécio Neves em sua campanha. O ex-presidente da República e o ex-governador de Minas Gerais fizeram uma “dobradinha” em Minas, aparecendo aos compromissos eleitoriais juntos.

PSDB e PT
Em 2008, na eleição para prefeitos, PSDB e PT fizeram uma coligação histórica e ambos apoiaram o candidato Márcio Lacerda, do PSB, que foi eleito prefeito de Belo Horizonte. Ele sucedeu Fernando Pimentel, do PT, e confirmou a força da chapa “Pimentécio”.

A mesma parceria entre os partidos, historicamente rivais, não aconteceu nesta eleição. O PT apoiou Hélio Costa, do PMDB, depois de uma “queda-de-braço” interna. O Partido dos Trabalhadores tinha dois pré-candidatos ao governo de Minas Gerais: Fernando Pimentel e Patrus Ananias. Chegou-se a realizar uma prévia, mas o partido, a pedido do presidente Lula, resolveu apoiar Hélio Costa, em uma coligação com o PMDB. Pimentel saiu candidato ao Senado e Ananias, candidato a vice-governador de Costa. Nenhum deles foi eleito.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Eleições 2010. Bookmark o link permanente.