Lula admite possibilidade de 2º turno para eleição presidencial


Apesar de otimista, o presidente da República lembrou que nunca ganhou uma eleição em 1º turno

Gustavo Porto, da Agência Estado e Rodrigo Alvares, do estadão.com.br

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu nesta domingo, 3, a possibilidade de a candidata Dilma Roussef (PT) disputar o segundo turno das eleições presidenciais, apesar de dizer que está otimista com a vitória de sua candidata no pleito deste domingo. “A eleição tem dois turnos e eu não ganhei nenhuma – nem em 2002 e nem em 2006 – no primeiro turno”, frisou. “Apenas vai demorar mais 30 dias de luta (para Dilma vencer), pois não é fácil obter 50% dos votos”, afirmou o presidente, em rápida entrevista após votar no Colégio João Firmino Correio de Araújo, em São Bernardo do Campo.

Apesar de otimista, Lula admitiu a possiblidade de 2º turno para eleição presidencial”O que é importante é que a Dilma tem uma performance de 50% dos votos do povo brasileiro no 1º turno. Nós já somos privilegiados”, completou o presidente.

“Estou otimista que o Mercadante vai ao segundo turno em São Paulo. Também estou muito otimista em relação à eleição da Marta Suplicy e do Netinho (candidatos do PT ao Senado)”, afirmou o presidente ao ser questionado.

O presidente descartou a possibilidade de voltar a se candidatar em eleições futuras. “Quando a gente passa pela presidente da República, tem de ter sossego na vida”, disse.

Lula também destacou o amadurecimento do processo político no País. “O Brasil está demonstrando sua maturidade política ao consolidar o processo eleitoral e a modernização da votação”.

Trajando um blazer preto, Lula chegou acompanhado da mulher Marisa Letícia, do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), do candidato da legenda ao governo de São Paulo, Aloysio Mercadante, e dos candidatos da legenda ao Senado, Marta Suplicy (PT) e Netinho de Paula (PCdoB).

Lula demorou cerca de 20 segundos para votar. Depois de acompanhar a esposa, que vota em seção eleitoral no mesmo colégio, o presidente segue para Brasília a fim de acompanhar a apuração dos votos, acompanhado da candidata da legenda à sua sucessão, Dilma Rousseff (PT).

Indagado pelo CQC se vai solicitar o benefício do Bolsa família ao ficar desempregado, Lula rebateu: “Vou trabalhar no CCQ”, disse, confundindo o nome do programa.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Eleições 2010, Política. Bookmark o link permanente.