Lula chama ‘adversário’ na disputa presidencial de ‘irresponsável’



Segundo presidente, campanha pode ser a de ‘mais baixo nível da história’.
‘Ninguém pode leiloar o país em época de eleição’, afirmou Lula.

Nathalia Passarinho Do G1, em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira (20), em entrevista após reunião com dirigentes da Mitsubishi, que a campanha eleitoral deste ano caminha para se tornar a “de mais baixo nível da história”. Sem mencionar o nome do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, ele disse que o “adversário político” age de forma “irresponsável” ao propor mudanças na política econômica do país.
saiba mais

“Quando você tem um adversário político que está fazendo a quantidade de promessas que você sabe que ele não vai cumprir, porque não as cumpriu quando foi governo, quando você tem um candidato que de forma irresponsável começa a dizer que vai mudar toda a política econômica, ele tem que explicar ao povo brasileiro que ele quer mudar a política econômica num momento que o Brasil serve de exemplo ao mundo como modelo de desenvolvimento, como gerador de emprego, como estabilidade econômica”, disse.

A reportagem do G1 procurou a assessoria da campanha de José Serra e aguarda resposta.

Segundo Lula, “ninguém pode leiloar” o país em época de eleições. “Então, ninguém pode ser irresponsável porque está disputando eleição. Ninguém pode prometer o que ele sabe que não vai cumprir. E ninguém pode leiloar o país em época de eleição. É importante que a gente faça juízo de valores.”

Lula afirmou que existe uma campanha “difamatória” contra a candidata do PT à Presidência, a ex-ministra Dilma Rousseff.

“O baixo nível que a campanha está tomando… O que se fala da Dilma é uma coisa impensável. Eu nunca tive coragem de dizer contra os meus adversários 10% do que a hipocrisia que uma parte dos tucanos está dizendo da Dilma”, disse.

De acordo com o presidente, uma campanha “suja” está sendo realizada contra a candidata petista por meio de ligações telefônicas. Lula afirmou que a Polícia Federal está investigando a responsabilidade sobre esse serviço de telemarketing.

“Eu queria que vocês atentassem para a campanha suja que está sendo feita no telemarketing. Há um processo de investigação para saber de onde parte, mas é uma campanha difamatória que jamais poderia ser aceita por qualquer homem ou mulher democrática nesse país”, disse.

Lula afirmou que, diante do volume de denúncias, “não pode levar a sério” todas as acusações relacionadas à campanha de Dilma.

“Sinceramente, eu acho que é dar muito crédito. É só vocês verem o que está acontecendo nos telefones pelo Brasil afora. A quantidade de notícias, de denúncias, de acusações, que, sinceramente, não dá para o presidente da República levar a sério essas coisas”, disse.

Anúncios

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Eleições 2010, Política. Bookmark o link permanente.