Justiça Federal mantém proibição de relógio, lápis e borracha no Enem


Ação do MPF pedia liberação do uso.
Provas ocorrem neste sábado (6) e domingo (7).

Do G1, em São Paulo

A Justiça Federal do Espírito Santo decidiu nesta sexta-feira (5) que a proibição do uso de relógio, lápis, borracha e apontador deve ser mantida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ação civil pública do Ministério Público Federal do estado pedia a liberação do uso.

Segundo a decisão, não há qualquer ilegalidade na proibição do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Em nota na quinta-feira (4), o Inep disse que estava convencido que a proibição do uso de relógio iria garantir a segurança das provas. O Enem será realizado no sábado (6) e no domingo (7).

A ação do procurador da República André Pimentel Filho, da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, foi ajuizada na Justiça Federal do Espírito Santo, no início da tarde de quinta-feira (4).

Segundo o MPF, o procurador queria que a Justiça anulasse, inicialmente em caráter liminar, os trechos da cláusula do edital que tratam da proibição do uso de relógio analógico, lápis, borracha e apontador. Para o procurador, não era razoável proibir o uso destes itens.

De acordo com o Inep, o tempo será controlado por um sinal sonoro na abertura da prova, um aviso oral quando faltar meia hora para o término do tempo e outro sinal sonoro ao final. O aluno pode ainda perguntar o horário aos fiscais.

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em concurso, Educação. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Justiça Federal mantém proibição de relógio, lápis e borracha no Enem

  1. Samuel Lins disse:

    É profundamente lamentável como o Governo Lula, através do Ministério da Educação, trata nos alunos, futor deste país. Mais uma vez fracassou na aplicação do ENEM, o MEC acusa o INEP, que por sua vez acusa a grafica, e a grafica acusa o Ministerio da Educação por ser muito rigoroso o sistema de segurança, que vergonha Presidente Lula, está na hora de pedir desculaps aos estudantes brasileiros por tanta bagunça no ENEM ou o senhor acha que invenção da imprensa?

Os comentários estão encerrados.