TCU recomenda parar de novo obras que Lula vetou interrupção


Folha.com
DIMMI AMORA
DE BRASÍLIA

O TCU (Tribunal de Contas da União) recomendou ao Congresso a paralisação das obras de duas refinarias da Petrobras –Repar, no Paraná, e Abreu e Lima, em Pernambuco– por irregularidades graves em contratos de construção.

De acordo com o órgão, foram encontrados indícios de sobrepreço de R$ 1,4 bilhão e R$ 1,3 bilhão, respectivamente, em contratos destas obras fiscalizados em 2010.

No ano passado, o tribunal já havia recomendado a paralisação destes dois projetos por irregularidades em outros contratos fiscalizados.

O Congresso manteve a recomendação na Lei Orçamentária do ano passado, mas o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou a paralisação destas dois projetos e as obras prosseguiram.

Segundo o vice-presidente do tribunal, ministro Benjamin Zymler, o veto do presidente é um direito garantido pela constituição que não impedirá que o TCU continue a fiscalização e, caso seja constatada irregularidade, os responsáveis serão punidos e poderão ter que devolver recursos pagos além determinado.

Ao todo, o TCU recomendou ao Congresso que não aplique recursos do orçamento de 2010 em 32 obras federais. Destas, 16 não constavam na lista de obras com irregularidades graves feita no ano passado.

Das 16 novas obras com recomendação de paralisação, quatro são do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e quatro são do Ministério das Cidades. O número de obras com recomendação de paralisação caiu em relação a 2009, quando foram 41 obras.

Sobre Da Redação do TP

Contatos com a Redação: (81) 3518-1755 ou jornalismo@jornaltribunapopular.com
Esse post foi publicado em Administração Pública. Bookmark o link permanente.